21 março 2015

Cinco (ou mais) motivos para ler O último rei do rock | Belas-Letras Março



 Entrevista exclusiva 

"Estou eufórica", diz Susannah Cahalan sobre filme baseado no livro Insana

Jornalista e autora do livro Insana: Meu Mês de Loucura conta detalhes sobre o processo de apuração e escrita do livro e se diz entusiasmada com o filme inspirado na obra

Previsto para estrear em 2016, o filme inspirado no livro Insana: Meu Mês de Loucura (Brain on Fire), lançado pela Belas-Letras neste mês, está deixando a autora Susannah Cahalan entusiasmada. Em entrevista à editora, ela conta que nunca imaginou que sua história renderia um filme.
Susannah conta também detalhes do processo de escrever sobre uma doença desconhecida pelos médicos e de como o jornalismo a ajudou a apurar e relatar seu caso. A entrevista completa você por ler no nosso blog, clicando aqui.
No nosso canal no Youtube, você pode assistir a uma entrevista com a Susannah. Para conferir, clique aqui.
O livro conta a história de Susannah, uma jovem jornalista com uma carreira promissora que se viu aprisionada em sua própria insanidade com uma doença que nenhum médico consegue diagnosticar. Ela relata com impressionante riqueza de detalhes o período de terror em que se transformou em desconhecida para si mesma e seus familiares.

Belas-Letras: Como foi escrever sobre uma doença desconhecida inclusive para os médicos?
Susannah Cahalan:
Certamente foi um desafio! Não tenho conhecimento científico ou experiência na área – a última aula de ciência que tive foi Biologia no Ensino Médio, então comecei com um conhecimento muito limitado de neurociência e como o cérebro funciona. Mas à medida em que comecei a mergulhar fundo na ciência, comecei a me apaixonar. É realmente fascinante. Foi difícil, mas ter conseguido desvendar a parte científica corretamente é uma das conquistas de que mais me orgulho com o livro.

Belas-Letras: Você precisou conversar com médicos, seus pais, amigos sobre seu mês de loucura. Como foi esse processo para você? Como você se sentiu?
Susannah: Foi um processo complicado! A doença enfraqueceu (na época) partes do meu cérebro responsáveis pela formação da memória, então tive que confiar em amigos, família, registros médicos e nos próprios médicos para preencher as lacunas (Susannah não lembra de boa parte do período em que esteve doente). Aquele período foi como se eu estivesse pesquisando sobre uma pessoa totalmente diferente. Algumas vezes, quando eu entrevistava meu pai, por exemplo, foi difícil manter a distância jornalística – na verdade, impossível, porque estava escrevendo sobre eu mesma! Houve vezes em que entrevistar as pessoas que amo foi um processo emocionalmente difícil.

Belas-Letras: Você está empolgada com o filme? Qual sua expectativa?
Susannah: Empolgada não descreve nem de longe como me sinto em relação ao filme. Estou eufórica. Posso dizer honestamente que nem em um milhão de anos, enquanto eu estava doente, e mais tarde, escrevendo sobre a doença, eu imaginaria que se tornaria um filme. Ainda não posso acreditar!

Belas-Letras: Você influenciou na escolha de Dakota Fanning para viver a atriz principal? E quanto ao resto do elenco?
Susannah: Eu tive sorte na escolha de Dakota Fanning. Ela leu meu livro durante um voo e demostrou interesse no papel. Não tive influência nisso, mas fiquei muito animada por ter acontecido assim.

Belas-Letras: Você tem medo de adoecer de novo? Como lida com isso?
Susannah: Tenho certo medo, mas ele não dita a maneira como vivo minha vida. Lido com isso sendo atenta com minha saúde, mas nunca sendo neurótica. Viajo sozinha, trabalho muito, me divirto – e não deixo o fato de ter tido essa doença mudar significativamente a maneira como aprecio e vivo minha vida.


Livre-se da raiva com a receita de Macarrão Oriental com Carne e Legumes


Na semana passada, mostramos uma receita de bolinhos de canela, que está no capítulo Alegria do livro Panelaterapia, da psicóloga e blogueira Tatiana Romano. Nessa semana, a receita é uma dica para os dias de raiva, que em maior ou menor escala, todo ser humano experimenta.
Segundo a Tati, receitas que exigem movimentos repetitivos são ótimas para reflexões. “Coloque uma música tranquila, escolha uma bebida que agrade seu paladar e uma receita bacana”, recomenda a blogueira.
A pré-venda do Panelaterapia segue até o dia 20 de fevereiro. Quem comprar pela loja virtual da Belas-Letras recebe também um sachê de temperos (feitos pela Tati) e fichas de receitas. Mais detalhes clique aqui.

Macarrão Oriental com Carne e Legumes
Ingredientes
– 3 colheres (sopa) de óleo de gergelim
– 250g de carne bovina picada
– 1 colher (sopa) de gengibre picado
– 1 cebola pequena picada em pedaços médios
– 1 cenoura picada (em rodelas ou palitos)
– 5 vagens picadas em pedaços médios
– 4 buquês de brócolis
– 4 buquês de couve-flor
– 1/3 de xícara de pimentão amarelo picado em pedaços médios
– 1/3 de xícara de pimentão vermelho picado em pedaços médios
– 1 envelope de caldo de legumes em pó
– 250ml de água
– 1 colher (sopa) de amido de milho
– 50ml de molho de soja (shoyu)
– 200g de macarrão tipo Lamen
– 1/2 xícara de cebolinha verde picada

Modo de preparo
Cozinhe macarrão tipo Lamen ou outro de sua preferência em água fervente. Refogue a carne no óleo de gergelim. O ideal é usar uma panela tipo Wok ou frigideira grande e funda. Tempere a carne com sal e pimenta do reino. Junte a cebola e o gengibre e assim que dourar adicione todos os outros vegetais. Refogue bem e tampe por alguns minutos para abafar. O ideal é que os vegetais permaneçam crocantes. Misture os 250ml de água com o caldo de legumes, o amido e o molho de soja. Despeje a mistura sobre a carne e os vegetais. Deixe ferver e engrossar. Prove e acerte o sal se necessário. Junte o macarrão cozido e misture. Polvilhe a cebolinha picada. Dica: Você pode acrescentar gergelim branco e preto por cima.

Rendimento: 4 porções

Joanna de Assis realiza bate-papo em São Paulo nesta semana


A semana é de carnaval, mas tem um super evento com a jornalista Joanna de Assis e convidados nesta quinta-feira, dia 19 de fevereiro, em São Paulo (SP). Comemorando o Dia do Esportista, Joanna conversará com os leitores sobre como foi o processo de apuração e escrita do livro Para-Heróis, que reúne dez histórias dos principais para-atletas brasileiros com um sonho em comum: tornarem-se campeões paraolímpicos.
O bate-papo é gratuito e será realizado a partir das 19h, na Livraria Cultura do Shopping Market Place. Mais informações clique aqui.

EVENTOS
04.MAR Lançamento Panelaterapia | Tati Romano | São Paulo (SP)
05.MAR Lançamento Panelaterapia | Tati Romano | Ribeirão Preto (SP)
28 MAR Lançamento Clockwork Angels | Kevin Anderson | São Paulo (SP) 



Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
Website
Website
Instagram
Instagram
YouTube
YouTube


Um comentário:

  1. Guriaaa, você é muito caprichosa e seu blog está lindo...já estou te seguindo.
    Dá um pulo lá no meu cantinho, tá? ;)
    Beijooo!
    Instagram: tamiya343 e Twitter: @cat_343
    CLIQUE AQUI E VISITE O MAKE DA MOTOCICLISTA

    ResponderExcluir

Queridos amigos comentem,visitem sintam a Magia no ar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...